CFTV

CFTV: Tudo o que é preciso saber

Agora é possível através de smartphones, ter acesso às câmeras de segurança da sua casa ou empresa. Basta apenas ter acesso à internet.

Conheça o CFTV, a tecnologia que revoluciona o monitoramento de segurança.

CFTV, o que é?

Circuito Fechado de Televisão ou CFTV, é um sistema de segurança feito por câmeras que transmitem imagens em tempo real, enviadas diretamente para um gravador de vídeo ou central de monitoramento.

Levando em consideração o grande aumento de roubos e violências, a tecnologia CFTV cresceu de considerável, principalmente em casas, lojas, prédios, supermercados, praças, empresas e avenidas.

O grande fator do sistema, é saber exatamente quais são os pontos estratégicos, sendo eles onde existe uma grande circulação de pessoas ou até mesmo em lugares que possam gerar perdas, como nos corredores dos supermercados.

É viável para pontos que tenha uma maior vulnerabilidade, como os estacionamentos, que são propícios para atos ilícitos.

Como funciona?

O sistema funciona de maneira simples. Todas as imagens capturadas pelas câmeras de segurança, são transmitidas para um ou mais monitores.

A recepção é feita por placas DVR ou Stand Alone, o que possibilita a exibição ou a gravação, levando em conta a configuração escolhida no momento de instalação.

Existem modelos de câmeras fixas e móveis, que apresentam diversas variações: IR, CCD e CMO, MP e IP.

O funcionamento do CFTV somente será eficaz através da instalação de uma fonte de alimentação, que tenha um dimensionamento e qualidade, ambos adequados com o objetivo de garantir uma boa capacidade de sinal.

Com o avanço das tecnologias, as imagens coletadas também podem ser transmitidas para smartphones ou tablets.

O sistema funciona da mesma forma, onde as câmeras são integradas a gravadores de vídeo e tudo é realizado em tempo real, em alta resolução, dependendo do modelo.

Ou seja, o vídeo-monitoramento atribui as imagens para monitores e/ou celulares, sendo uma base indispensável não somente para a inibição de crimes, mas também como auxílio em casos investigativos.

Quais os principais tipos de CFTV?

Analógico: Nesse tipo de sistema, as ligações das câmeras conectadas aos dispositivos, são feitas por cabos coaxiais, os mesmos são responsáveis pelo sinal, fazendo o envio das imagens para os gravadores e em seguida, para os monitores.

IP: Esse tipo oferece um conjunto grande de possibilidades, ou seja, disponibiliza imagens em HD e ocorre a transmissão dos dados de voz e vídeo, simultaneamente.

Os dois modelos são os mais utilizados no mercado, em razão do custo-benefício e pelas experiências de monitoramento, tanto na segurança de patrimônios quanto residenciais.

Outra vantagem segura e convincente é que tudo pode ser acessado através de aparelhos móveis, como celulares, monitores HD, Full HD ou 4K.

Na hora da compra, é imprescindível a atenção ao escolher um determinado modelo para o gerenciamento das câmeras, que podem ser:

DVR: menor custo-benefício, com imagens e qualidades razoáveis.

É um modelo muito utilizado e oferece várias funcionalidades:

  • monitoramento em tempo real;
  • backup dos arquivos em Hds externos ou em nuvem;
  • visualização do sistema de CFTV através de smartphones ou telas;

OBS: O limite de gravações dos DVRs é de 960 linhas de resolução. Esse sistema, possui um ponto negativo: faz apenas o armazenamento de imagens analógicas.

A resolução é considerada de nível médio e o aparelho somente é indicado para quem não possui muitos recursos para investir em segurança.

NVR: Full HD, com imagens excelentes.

Permite a integração entre todas as câmeras em um mesmo aparelho. A única diferença, é a sua adequação, que apenas à tecnologia IP.

Ou seja, as câmeras são ligadas sem o uso de cabos e pela rede Wireless.

Porém, sua desvantagem é o custo. Em geral, o aparelho em si é muito mais custoso que o DVR, os cabos se fazem desnecessários, neste aspecto, há uma redução expressiva em relação aos custos.

HVR: Híbrido e funciona para câmeras tanto analógicas quanto IP.

É a união das duas tecnologias citadas anteriormente. Ela admite as câmeras analógicas e IP. Alguns modelos suportam até AHD, que possuem alta definição.

É indicado para quem quer continuar usando câmeras antigas, mas que deseja acrescentar outras tecnologias ainda mais modernas.

A desvantagem é a vulnerabilidade que a inclusão das câmeras pode trazer. Isso ocorrerá por meio do comprometimento da visualização das imagens em casos onde é preciso identificar o rosto de uma pessoa, por exemplo.

Implantação do CFTV

Ao implantar um Circuito Fechado de TV, a Empresa de CFTV a princípio fará uma necessária análise com um foco na demanda, ou seja, é preciso realizar um estudo de caso.

É importante que haja uma comunicação eficiente entre você e o Técnico em CFTV da contratada, isso devido ao fato de que cada projeto possui especificidades distintas e específicas, como o acesso ao monitoramento, proteção de ativos, controle do ambiente.

Uma orientação importante é fazer ao profissional em cftv, questões relacionadas a decisão de escolha dos locais em que as câmeras serão instaladas.

A maneira cautelosa de todos os detalhes pode interferir e fazer a diferença no monitoramento.

Além do ponto de vista operacional, a Instalação de Circuito CFTV requer uma infraestrutura de rede adequada ao sistema, para que o mesmo funcione sem interferências.

Além de tudo, a qualidade do sinal necessita de internet e integração entre todos os equipamentos.

  • Benefícios proporcionados
  • Prevenção de ações de criminosos, em consequência, de roubos
  • Redução de economia de energia elétrica

Segurança (monitoramento durante 24 horas por dia, com imagens gravadas e/ou transmitidas, apenas.

Como conectar o CFTV ao meu smartphone

Usando atalhos e protocolos simples, você pode fazer com que o DVR seja transmitido diretamente para o seu Wi-Fi e a partir disso, acessar as informações das câmeras de segurança em seu dispositivo móvel.

Em todo caso, é melhor trabalhar com especialistas que podem configurar os sistemas de CFTV por meio de um dispositivo inteligente e fornecer um aplicativo onde você poderá acessar as câmeras a qualquer momento.

Principais aplicativos de DVR no celular (Android)

  • Isic – Intelbras
  • Infinity DVR – HIKVISION
  • MonitorBee
  • IP Cam Viewer
  • Ivms 5060 – HIKVISION HQ

Tecnologias inovam na localização de Vazamentos de Água em São Paulo

Tecnologias inovam na localização de vazamentos

Vazamento é o principal fator que causa o desperdício de água e na maioria das vezes, eles nem são percebidos, principalmente quando as fissuras do encanamento são muito pequenos e ignoradas quando se trata de algo de grande relevância.

Por esse motivo que o trabalho de profissionais em caça vazamento se faz necessário, por possuírem conhecimento, técnicas e experiências para lidarem com a situação.

Além do uso de tecnologias de alta qualidade para detectar os vazamentos, a Caça Vazamentos Nova Casa, oferece qualidade e garantia eficiente aos seus clientes contribuindo para que os números de desperdícios de água da sua casa diminuam.

Vilões do desperdício

Entre os anos de 2012 a 2015, o desperdício foi menor do que nos últimos 3 anos. Uma boa explicação, se dá ao fato da crise hídrica que o nosso país passou, em especial, a cidade de São Paulo.

Segundo o Sistema Nacional de Informações de Saneamento, mesmo com períodos de pouca chuva e reservatórios em baixa, os números de desperdício só aumentaram.

Diante desse parâmetro, na época, o país investiu 11,5 bilhões de reais e investimentos no setor de saneamento básico, porém as perdas são de 10 bilhões durante o mesmo período, ou seja, 92% de todo o valor investido.

Sem dúvidas, a falta de investimentos na modernização das redes de água e esgoto são um dos maiores problemas do saneamento no Brasil, o que favorece a deterioração das tubulações, baixa qualidade de água oferecida e um furto de água frequente com o surgimento de novos vazamentos.

É imprescindível que novos investimentos sejam feitos e que haja e permaneça os cuidados de modernizar as redes de saneamento do país.

É necessário que a população se oriente e tome consciência da importância da economia hídrica tanto para benefício próprio quanto para o meio ambiente.

Uma fiscalização eficaz e uma manutenção constante, é fundamental, o que evitará maiores riscos estruturais e problemas financeiras futuramente.

Quais aparelhos são mais utilizados no serviço de Caça Vazamento?

Com o decorrer dos tempos, os encanadores perceberam que precisariam inovar e buscar novas formas de localizar vazamentos, sem o famoso “quebra quebra”.

O intuito era oferecer um serviço limpo, rápido, eficiente e barato, que demonstrasse segurança, tivesse qualidade e garantia para os clientes.

E foi assim que surgiram os profissionais em caça vazamento de água, que com o uso de equipamentos tecnológicos avançados, conseguem encontrar todo e qualquer tipo de vazamento.

Em tubulações internas com eficiência e o principalmente seguindo métodos que não sejam destrutivos, ou seja, quebrando e consertando apenas o local onde está o vazamento.

Geofone

É um aparelho eletrônico que detecta vazamentos ocultos e subterrâneos, sem a necessidade de quebra de pisos e/ou paredes.

Funciona como uma espécie de ultrassom, que capta ruídos e vibrações de vazamentos em dutos, que tenha até 1 metro de profundidade, dependendo do tamanho do vazamento.

No Brasil, existem muitas marcas nacionais e importadas de alta qualidade que auxiliam o trabalho dos profissionais de caça vazamento, no encontro de fissuras, furos e rompimentos em tubulações.

Além do Geofone, outros aparelhos também são utilizados para potencializar no diagnóstico da localização dos vazamentos.

  • Câmera Termográfica
  • Hidrofone (usado em piscinas, tanques e reservatórios de água)
  • Traçador Químico
  • Micropressurizador
  • Medidor de pressão e umidade

Assim que o problema é encontrado, o conserto do encanamento é feito, gerando o mínimo de custo aos clientes e maior satisfação com um bom serviço prestado.

O profissional de Caça vazamentos oferece:

  • Qualidade, segurança e garantia de um ótimo trabalho a ser feito
  • Método não destrutivo
  • Agilidade e habilidade na localização de vazamentos de água
  • Economia e rapidez no serviço
  • Análise de vazamentos com o Geofone e outros recursos, como aparelhos eletrônicos.

Como encontrar um possível vazamento?

  • Conta de água com um valor muito acima do normal
  • Poças de água em locais não-comuns
  • Erosão do terreno, como desabamento de terras
  • Pinturas descascando ou mofos
  • O local do vazamento também pode apresentar manchas na parede.

Batidas nas paredes podem ajudar a identificar possíveis vazamentos

Vazamentos ou “ameaças invisíveis”, podem causar grandes danos sem que ninguém perceba, como mofos, umidade, descolamento de azulejos e da pintura, comprometimento de paredes e um valor absurdo na conta de água.

Tudo isso poderá ser evitado quando utilizado técnicas muitos simples.

  • Fique atento para os indícios invisíveis, como manchas de infiltração, mofos, poças de água se formando em algum local da sua casa.
  • Mudança da coloração do revestimento ou desprendimento de azulejos/pintura também podem ser sinais de vazamentos.

Algumas vezes, o problema vem dos canos. Nesses casos, é preciso realizar alguns testes simples.

  • Se a casa for abastecida pela caixa de água, feche todas as torneiras, desligue os aparelhos que usam água e não utilize os sanitários.
  • Em seguida, feche a torneira da boia da caixa e marque o nível da água. Se depois de 1 hora, o nível abaixar, é porque há problema no sistema.
  • Se os canos forem alimentados pela rede, feche o registro localizado na parede, abra uma torneira alimentada por ela (normalmente é a do tanque) e espere a água parar de cair. Quando isso ocorrer, coloque um copo cheio de água na boca da torneira. Se o líquido for sugado, há presença de vazamento.

Mas para encontrar o exato local do problema, o recomendado é fazer o teste da batida na parede. E para que funciona de forma eficaz, é preciso saber por onde passam os canos.

O teste é bastante simples:

  • Bata em toda a extensão do encanamento para verificar se o som é diferente em alguma parte.
  • Um ruído anormal indica a possibilidade de um vazamento.
  • Para saber se existem problemas na válvula ou na caixa de descarga, jogue borra de café no vaso sanitário. Se ela não ficar depositada no fundo, significa que existe vazamento no sistema.

Contrate o serviço de Caça Vazamento, todo o processo é realizado por nossos técnicos que são capacitados e qualificados.

Com simples testes, identificaremos de maneira rápida o seu problema sem quebrar nada.

Evite desperdícios, vazamentos em torneiras ou em tubulações.

Chame a Empresa de Caça Vazamento em São Paulo e faça um orçamento sem sair de casa.

O post Tecnologias inovam na localização de Vazamentos de Água em São Paulo apareceu primeiro em Caça Vazamento.


Afinal, o que é Caça Vazamento?

Caça vazamentos em São Paulo

Caça vazamento se designa como uma atividade de empresas e profissionais ambos especializados, que possuem como principal finalidade investigar e restaurar a verdadeira origem dos vazamentos.

As empresas de caça vazamentos, utilizam técnicas e equipamentos de alta qualidade para que não danifiquem ainda mais o local onde o vazamento foi encontrado, fazendo a localização sem quebrar paredes ou pisos, de maneira rápida e eficaz.

Quais são os tipos de vazamentos?

Existem 3 tipos de vazamentos que quando falhas acontecem, precisam de reparo ou a troca da tubulação o mais rápido possível.

São eles:

Vazamento de Água

Se ao receber a conta de água da sua casa e perceber um aumento da tarifa e achar que tudo está de maneira correta ou normal e, o mesmo acontecer no mês seguinte, fique atento, talvez seja um vazamento.

3 dicas de como detectar vazamentos:

1- Defeito na torneira

É bastante comum a tornar perder a sua capacidade de vedar a passagem da água depois de determinado tempo de uso por desgaste ou acúmulo de sujeira.

Para saber se o problema vem dela, é simples: A torneira continua pingando depois de estar fechada? Se sim, esta é a clássica torneira “pinga-pinga”, ou seja, depois de fechada, ela continua pingando.

2 – Teste do copo de água

  • Feche o registro da rua
  • Abra uma torneira ligada diretamente da água que vem da rua para que toda a água do cano possa sair
  • Depois que toda a água sair, pegue um copo e coloque na boca da torneira. Se a torneira “chupar” a água do copo, é sinal de vazamento no cano.

3 – Teste da caixa d’água

Esse teste é para identificar se não há nenhum vazamento na canalização que sai da sua caixa de água, é simples e não vai exigir mais do que 1 hor do seu tempo.

  • Feche todas as torneiras
  • Não utilize os sanitários
  • Lembre-se de fechar bem a torneira de boia da caixa para não entrar água na caixa
  • Marque na caixa o nível em que a água estiver
  • Após 1h, verifique se o nível da água abaixou

Caso o nível da água estiver baixo, no período de 1h, é sinal de vazamento na canalização.

Como escolher o tipo certo de encanamento.

Uma pergunta bastante recorrente na hora de construir uma casa, é:

“Como escolher o melhor encanamento?”

É uma questão muito difícil de ser respondida quando no mercado há tantas opções de canos (principalmente em relação ao material que é usado em sua fabricação), o que gera diversas dúvidas sobre qual realmente é a melhor escolha.

Todos os tipos de canos tem as suas próprias características, vantagens, desvantagens, recomendadas para determinados tipos de construções e dispõem do mais variados preços, ou seja, os compradores ficam ainda mais indecisos.

Diante desse cenário, selecionamos algumas informações úteis que irão te ajudar a escolher a melhor tubulação para a sua casa.

Quais são os tipos mais populares?

Tubo de PVC

É o mais conhecido e utilizado em construções de edifícios residenciais, por possuir uma grande resistência em relação à oxidação, ou seja, ele possui vida útil

E mais, é fácil de manuseá-lo, pois não requer soldagem e o preço é mais em conta. Em casos de caça de vazamentos, esse é o material mais indicado.

Tubo de Cobre

Possui grande resistência ao calor e à corrosão e não se degrada no contato com a água. A desvantagem desse material, é o preço elevado, o que aumenta as chances de roubo, devido ao alto valor.

Tubo CPVC

É um tipo de cano de PVC, só que mais reforçado. Possui uma quantidade extra de cloro, o que resulta em uma maior durabilidade e resistência, principalmente em relação à água quente. Ele se destaca pela sua flexibilidade e proporciona uma maior versatilidade.

Tubo PPR

Unido por termofusão a 260°, é conhecido pela limpeza e segurança.

Tubo PEX

São muito flexíveis e podem ser utilizados para adições e remodelações de sistemas de encanamento (eles precisam de uma ferramenta especial para serem conectados).

Tubo PVC Esgoto

Se divide em duas categorias: Série Normal na cor branca e Série Reforçada na cor cinza claro. As conexões das séries são fabricadas com bolsas do tipo dupla atuação e são acopladas aos tubos de PVC através de anéis de borracha.

O que os profissionais de caça vazamentos indicam:

Quais os melhores tipos de aplicação? Qual o melhor sistema de encanamento?

Tubo de PVC: Linhas de drenagem de banheiras, sanitários e aplicações de alta pressão. Não deve ser usado para fornecer água quente para pias e lavadoras.

Tubo de Cobre: Abastecimento de água quente e fria, linhas de serviço subterrâneo e sistemas de climatização central (HVAC), comuns em projetos modernos.

Tubo CPVC: Para fornecimento de água potável, água quente e tubos de descarte de água.

Tubo PPR: Para redes de água potável quente e/ou fria, sistemas de aquecimento, fornecimento de água gelada em sistemas de ar-condicionado e em tubulações para sistemas de piscinas.

Tubo PEX: Para reajustar sistemas de tubulação mais antigos, remodelando toda a rede.

A instalação hidráulica é a parte fundamental em uma obra para garantir o sistema de abastecimento, distribuição e escoamento da água.

Para que isso aconteça de forma segura, o processo deve estar sempre de acordo com as normas da ABNT.

Em caso de instalação de novas tubulações de água, deve estar de acordo com a norma NBR 5680, que rege o tamanho dos tubos de PVC, e as NBRs 7198 e 5626, que regularizam as instalações de águas quente e/ou frias.

Se ainda estiver em dúvida, contacte uma empresa especializada em caça vazamentos, que lhe darão maiores informações a respeito.

Outra dica, é verificar o custo-benefício do material desejado e escolher a melhor alternativa que estiver dentro do seu orçamento, para evitar gastos demasiados exagerados.

Afinal, quando o caça vazamentos é indicado?

Embora o serviço seja indicado, mesmo quando que não haja suspeita de vazamentos, é importante ficar atento aos sinais:

  • Mofo nas paredes
  • Problemas ou manchas nos revestimentos
  • Bolhas nas pinturas
  • Aumento na conta de água
  • Piso oco.

Esses são os indicadores comuns mais encontrados, se for o seu caso, é hora de contratar o serviço de caça vazamento com os profissionais mais qualificados e competentes que há no mercado.

O post Afinal, o que é Caça Vazamento? apareceu primeiro em Caça Vazamento.


O que é Uma Infiltração de Água?

Caça Vazamentos em SP

O que é uma infiltração?

Infiltração se define como uma ação de algum fluído que permeia pelos espaços vazios de algum corpo sólido.

Semelhantes a uma erva daninha, só que das construções, as infiltrações são responsáveis por estragos enormes em escalas inimagináveis.

Identificar a causa, entender a região afetada e aplicar técnicas eficazes, são passos fundamentais para encarar o problema.

Sinais de infiltração por agentes externos

  • Bolhas na pintura
  • Manchas escuras ou umidade excessiva no teto e/ou parede
  • Gotejamento no teto e/ou parede

Em casas ou apartamentos com cobertura, a infiltração da água da chuva no telhado ou na laje, podem se manifestar pelas goteiras no teto.

Já nas infiltrações por lençol freático ou umidade do solo, são ainda mais comuns em casas e em espaços que ficam no subsolo de prédios, como as garagens.

Sinais de infiltração por agentes internos

  • Vazamento de ralos ou tubulações que passam dentro de pisos e paredes
  • Falha no rejunte de pisos ou paredes
  • Fissuras ou outros problemas que se encontrarem na fachada externa do prédio
  • Falhas na impermeabilização do piso de áreas laváveis

Origem da infiltração e os primeiros passos para resolver

Descobrimento vazamento interno (infiltrações)

Fique atento a poças de água próximas a paredes

Esta é a forma mais fácil de descobrir se há alguma infiltração. Caso encontre algum ponto molhado da sua residência, não exite em contatar um profissional de caça vazamento.

As poças mais comuns são encontrados em eletrodomésticos que usam água, como máquina de lavar roupas, ou lava-louças, ou até mesmo no banheiro, perto da pia, vaso ou do chuveiro.

Procure por sinais de descoloração

Caso tenha alguma infiltração, a superfície externa da parede começará a ficar desbotada em alguns pontos.

Sendo a parede feita de madeira, drywall o até mesmo coberta com papel de parede, dê uma olhada com atenção e tente encontrar áreas apagadas ou levemente mais claras do que o restante.

Fique atento a goteiras

Mesmo que a infiltração não tenha causado nenhum problema visível, talvez seja possível detectá-la por meio da audição.

Preste atenção sempre que desligar o chuveiro, dar descarga ou fechar uma torneira. Caso ouça algum barulho vindo de alguma parede mais próxima, chame um profissional de caça vazamento.

De olho na conta de água

Nas épocas mais frias, uma família de 4 pessoas costuma usar em média 45 mil litros de água. Caso a conta demonstrar um valor muito mais alto do que você costuma pagar, pode ser indício de que há algum vazamento.

Veja se há alguma calha entupida

Caso o vazamento não esteja vindo dos canos, pode ser que tenha alguma calha entupida.

Quando ela não consegue escoar, o excesso de água da chuva escorre pelo telhado e paredes, o que resulta em infiltrações.

Caso encontre alguma calha entupida, remova o causador do problema, sejam folhas ou galhos de árvores, para que a água possa escoar de forma adequada.

Atenção a mofos

Depois de um tempo sem ser percebida, as infiltrações pode estimular o surgimento de mofos nas áreas internas ou externas das paredes.

No começo, apresentam como um acúmulo de pontinhos preto e/ou marrons. Mas mesmo que nenhum sinal esteja visível, pode ser que o fungo está crescendo dentro da parede saturada pela água.

Atenção: O mofo pode causar alergias e problemas graves relacionados à saúde. Assim que o encontrar, remova-o da parede e conserte o vazamento o mais rapidamente possível, exitem profissionais de caça vazamentos que são especializados nesse ramo.

O que causam as infiltrações?

As infiltrações podem ser ocasionadas por umidade, goteiras ou problemas com a tubulação. As causas são diversas, por isso é muito importante do rápido diagnóstico antes de tomar qualquer decisão.

A primeira justificativa atinge os locais, ou seja, quando uma construção não foi feita com a impermeabilização adequada, com materiais que são capazes de inibir a penetração da umidade nas paredes.

A segunda, são as goteiras. A terceira, se dá pela quebra da tubulação, que podem acontecer por muitos motivos, como a idade avançada da instalação hidráulica ou aumento da pressão.

Quais os riscos das infiltrações?

Os principais riscos que as infiltrações podem oferecer está diretamente relaciona à saúde dos moradores. Isso devido ao fato que ambientes úmidos são mais propícios ao surgimento de seres nocivos à saúde humana (como fungos, mofos, ácaros, etc).

Outro risco está ligado às questões estruturais que envolvem a construção do edifício, pois a umidade deteriora, fazendo com que ela perca as suas propriedades, o que pode acarretar a queda da edificação.

Entre as ações causadas pela umidade, o surgimento de ferrugem nas estruturas metálicas, perda de coloração nas paredes, criação de bolsões ocos dentro dos pisos e paredes, se tornará constante.

Importância da manutenção constante para evitar infiltrações

“É melhor prevenir do que remediar”.

Infiltrações são problemas muito graves e trabalhosos de serem consertados, pois demandam um “quebra quebra” no ambiente.

A melhor forma de se resolver a questão, é contratar um trabalho preventivo com profissionais especializados nesse assunto, conhecidos como caça vazamentos.

Diferença entre infiltração e vazamentos

Uma infiltração, geralmente é causada pelo excesso de umidade ou pela passagem de água em alguma rachadura presente nas paredes ou no teto de alguma construção.

Um vazamento, é causado por alguma abertura ou buraco em uma passagem ou saída de água.

Afinal, como prevenir infiltrações?

  • Verifique periodicamente torneiras e sifões dos banheiros e na cozinha, em busca de vazamentos
  • Faça o mesmo com os rejuntes de áreas molhadas (banheiros, cozinha, área de serviço, garagem)
  • Não ignore nenhum dos sinais descritos nesse artigo. Caso identifique qualquer um deles, chame um profissional especializado.

Infiltrações: Quem chamar?

Para as infiltrações de dentro para fora, existem empresas especializadas em caça vazamento.

Os excelentes métodos utilizados são não destrutivos e baseiam-se nas pesquisas de ruídos.

A Caça Vazamento Nova Casa, possui os melhores profissionais do mercado, com grande experiência e engajamento quando o assunto é fazer um trabalho de qualidade.

Chame a Empresa de Caça Vazamentos e faça um orçamento agora mesmo.

O post O que é Uma Infiltração de Água? apareceu primeiro em Caça Vazamento.


Caça Vazamentos

Caça Vazamentos em SP

O que é uma infiltração?

Infiltração se define como uma ação de algum fluído que permeia pelos espaços vazios de algum corpo sólido.

Semelhantes a uma erva daninha, só que das construções, as infiltrações são responsáveis por estragos enormes em escalas inimagináveis.

Identificar a causa, entender a região afetada e aplicar técnicas eficazes, são passos fundamentais para encarar o problema.

Sinais de infiltração por agentes externos

  • Bolhas na pintura
  • Manchas escuras ou umidade excessiva no teto e/ou parede
  • Gotejamento no teto e/ou parede

Em casas ou apartamentos com cobertura, a infiltração da água da chuva no telhado ou na laje, podem se manifestar pelas goteiras no teto.

Já nas infiltrações por lençol freático ou umidade do solo, são ainda mais comuns em casas e em espaços que ficam no subsolo de prédios, como as garagens.

Sinais de infiltração por agentes internos

  • Vazamento de ralos ou tubulações que passam dentro de pisos e paredes
  • Falha no rejunte de pisos ou paredes
  • Fissuras ou outros problemas que se encontrarem na fachada externa do prédio
  • Falhas na impermeabilização do piso de áreas laváveis

Origem da infiltração e os primeiros passos para resolver

Descobrimento vazamento interno (infiltrações)

Fique atento a poças de água próximas a paredes

Esta é a forma mais fácil de descobrir se há alguma infiltração. Caso encontre algum ponto molhado da sua residência, não exite em contatar um profissional de caça vazamento.

As poças mais comuns são encontrados em eletrodomésticos que usam água, como máquina de lavar roupas, ou lava-louças, ou até mesmo no banheiro, perto da pia, vaso ou do chuveiro.

Procure por sinais de descoloração

Caso tenha alguma infiltração, a superfície externa da parede começará a ficar desbotada em alguns pontos.

Sendo a parede feita de madeira, drywall o até mesmo coberta com papel de parede, dê uma olhada com atenção e tente encontrar áreas apagadas ou levemente mais claras do que o restante.

Fique atento a goteiras

Mesmo que a infiltração não tenha causado nenhum problema visível, talvez seja possível detectá-la por meio da audição.

Preste atenção sempre que desligar o chuveiro, dar descarga ou fechar uma torneira. Caso ouça algum barulho vindo de alguma parede mais próxima, chame um profissional de caça vazamento.

De olho na conta de água

Nas épocas mais frias, uma família de 4 pessoas costuma usar em média 45 mil litros de água. Caso a conta demonstrar um valor muito mais alto do que você costuma pagar, pode ser indício de que há algum vazamento.

Veja se há alguma calha entupida

Caso o vazamento não esteja vindo dos canos, pode ser que tenha alguma calha entupida.

Quando ela não consegue escoar, o excesso de água da chuva escorre pelo telhado e paredes, o que resulta em infiltrações.

Caso encontre alguma calha entupida, remova o causador do problema, sejam folhas ou galhos de árvores, para que a água possa escoar de forma adequada.

Atenção a mofos

Depois de um tempo sem ser percebida, as infiltrações pode estimular o surgimento de mofos nas áreas internas ou externas das paredes.

No começo, apresentam como um acúmulo de pontinhos preto e/ou marrons. Mas mesmo que nenhum sinal esteja visível, pode ser que o fungo está crescendo dentro da parede saturada pela água.

Atenção: O mofo pode causar alergias e problemas graves relacionados à saúde. Assim que o encontrar, remova-o da parede e conserte o vazamento o mais rapidamente possível, exitem profissionais de caça vazamentos que são especializados nesse ramo.

O que causam as infiltrações?

As infiltrações podem ser ocasionadas por umidade, goteiras ou problemas com a tubulação. As causas são diversas, por isso é muito importante do rápido diagnóstico antes de tomar qualquer decisão.

A primeira justificativa atinge os locais, ou seja, quando uma construção não foi feita com a impermeabilização adequada, com materiais que são capazes de inibir a penetração da umidade nas paredes.

A segunda, são as goteiras. A terceira, se dá pela quebra da tubulação, que podem acontecer por muitos motivos, como a idade avançada da instalação hidráulica ou aumento da pressão.

Quais os riscos das infiltrações?

Os principais riscos que as infiltrações podem oferecer está diretamente relaciona à saúde dos moradores. Isso devido ao fato que ambientes úmidos são mais propícios ao surgimento de seres nocivos à saúde humana (como fungos, mofos, ácaros, etc).

Outro risco está ligado às questões estruturais que envolvem a construção do edifício, pois a umidade deteriora, fazendo com que ela perca as suas propriedades, o que pode acarretar a queda da edificação.

Entre as ações causadas pela umidade, o surgimento de ferrugem nas estruturas metálicas, perda de coloração nas paredes, criação de bolsões ocos dentro dos pisos e paredes, se tornará constante.

Importância da manutenção constante para evitar infiltrações

“É melhor prevenir do que remediar”.

Infiltrações são problemas muito graves e trabalhosos de serem consertados, pois demandam um “quebra quebra” no ambiente.

A melhor forma de se resolver a questão, é contratar um trabalho preventivo com profissionais especializados nesse assunto, conhecidos como caça vazamentos.

Diferença entre infiltração e vazamentos

Uma infiltração, geralmente é causada pelo excesso de umidade ou pela passagem de água em alguma rachadura presente nas paredes ou no teto de alguma construção.

Um vazamento, é causado por alguma abertura ou buraco em uma passagem ou saída de água.

Afinal, como prevenir infiltrações?

  • Verifique periodicamente torneiras e sifões dos banheiros e na cozinha, em busca de vazamentos
  • Faça o mesmo com os rejuntes de áreas molhadas (banheiros, cozinha, área de serviço, garagem)
  • Não ignore nenhum dos sinais descritos nesse artigo. Caso identifique qualquer um deles, chame um profissional especializado.

Infiltrações: Quem chamar?

Para as infiltrações de dentro para fora, existem empresas especializadas em caça vazamento.

Os excelentes métodos utilizados são não destrutivos e baseiam-se nas pesquisas de ruídos.

A Caça Vazamento Nova Casa, possui os melhores profissionais do mercado, com grande experiência e engajamento quando o assunto é fazer um trabalho de qualidade.

Chame a Empresa de Caça Vazamentos e faça um orçamento agora mesmo.


Assistência Técnica de Geladeira SP

Assistência Técnica de Geladeira: Saiba Como Diagnosticar Problemas

Independentemente do tempo de uso de sua geladeira, saiba que um dia, infelizmente, ela pode vir a apresentar problemas.

Isto é natural porque peças e componentes desgastam, afinal, todos eles possuem uma vida útil estimada.

Mas quando é o momento certo de chamar a assistência técnica de geladeira?

Alguns problemas são mais fáceis de serem diagnosticados e muitos deles podem ser resolvidos por você mesmo.

Um mau contato com a tomada, uma lâmpada que queimou, um vazamento de água por conta de um entupimento simples de ser solucionado.

Seja como for, é preciso tentar entender os sinais que sua geladeira apresenta do provável defeito.

Mesmo que ela não ligue, a causa pode ser uma tomada ou o próprio interruptor.

O mais importante é não tentar solucionar um problema mais complexo.

Neste post, você vai entender melhor quando é o momento de chamar um técnico para consertar sua geladeira. Acompanhe.

Diagnosticando Problema Técnicos

Muitas vezes você acaba percebendo que há algo errado com a sua geladeira.

Pode ser que a luz não acenda ou mesmo os alimentos dentro dela não estejam ficando resfriados o suficiente.

É nesta hora que vem a dúvida: será que vou saber consertar sozinho ou precisarei de um profissional?

Obviamente se você conseguir diagnosticar sozinho o problema, pode vir a economizar dinheiro e o reparo será relativamente mais rápido.

Por outro lado, se o seu diagnostico for impreciso, bem como o conserto, as consequências poderão ser piores e, neste caso, o “barato” vai acabar saindo mais caro.

Relacionamos abaixo alguns dos principais problemas apresentados em uma geladeira e os possíveis diagnósticos/soluções. Confira:

1.   Minha Geladeira não está Ligando

Este tipo de problema parece ser fácil de identificar e diagnosticar: a geladeira pifou.

Mas não é bem assim.Se sua geladeira não liga, isto pode estar acontecendo por diversas causas, algumas até simples de serem resolvidas.

  1. Confira se o fio da geladeira está mesmo conectado à tomada: muitas vezes, por você ter movimentado sua geladeira ou até por algumas descargas elétricas, o plug simplesmente se desconecta e você nem percebe.
    1. Verifique sua extensão, caso esteja usando uma: não é recomendável usar extensões para a sua geladeira. No entanto, se for o seu caso, talvez o problema esteja nela. Vale a pena conferir.
    2. Faça o teste com outro aparelho: é muito comum que tomadas apresentem defeito, por tempo de uso ou outro motivo qualquer. Assim, faça o teste com outro aparelho, ligando-o na mesma tomada da geladeira. Se o mesmo não ligar, o problema está em sua tomada.

Neste caso, é recomendado chamar um eletricista.

  • Faça o teste da placa principal de sua geladeira: os capacitores da placa de sua geladeira podem ficar sobrecarregados, causando uma espécie de pane. Para fazer o teste, deixe sua geladeira desconectada da tomada por uns 10 a 15 minutos.

Depois disso, reconecte-a, para que a placa seja reiniciada. Isto pode resolver o problema.

Importante – Problemas mais sérios: o fio de sua geladeira pode estar apresentando problemas, bem como a placa, o motor ou algum componente interno. Neste caso, não tente resolver sozinho. Chame imediatamente uma assistência técnica.

2.   Minha Geladeira não está Gelando

De repente você percebe que seus alimentos não estão ficando resfriados o suficiente, há água no refrigerador ou mesmo alguns alimentos descongelaram ou até estragaram. Isto pode estar acontecendo também por diversos motivos.

  1. Verificando as saídas de ar internas da geladeira: muitas vezes uma ou várias saídas de ar ficam obstruídas, impedindo a refrigeração correta de sua geladeira. A obstrução pode ter sido causada por algum alimento, que está impedindo a circulação, ou por detritos ali contidos.

Em ambos os casos, faça a remoça e verifique se o problema foi resolvido.

  • Verifique a vedação das portas de sua geladeira: é comum que as borrachas se desgastem e você nem perceba, pois o desgaste, que vai gerar o vazamento de ar frio, pode estar na parte de baixo da porta, por exemplo.

O teste é bem simples: coloque uma folha de papel entre a borracha e o papel e tente tirá-lo.

Se ele sair fácil, há um problema de vedação. Neste caso, é aconselhável chamar a assistência técnica de geladeira.

Importante – Problemas mais sérios: seletores da porta, o ventilador do evaporador, o aquecedor, o timer de degelo e tantos outros componentes de sua geladeira podem ser a causa do problema.

Neste caso, chame logo um profissional para diagnosticar e realizar o conserto de geladeira.

3.   Minha Geladeira está Vazando Água

Água empoçada no chão, água dentro dos compartimentos da geladeira ou no refrigerador. Isto é sinal de que pode haver um problema, que muitas vezes é fácil de ser resolvido.

  1. Confira se o problema realmente existe: espere um dia para ter certeza de que há mesmo algum problema. Diversos fatores podem ocasionar o escoamento de água continuo em sua geladeira.

Por exemplo: se você mora em um local muito úmido, ou acabou de encher o refrigerador, ajustar a temperatura, entre outros, sua geladeira pode ter uma variação de temperatura e vai levar no mínimo 24 horas para resfriar novamente.

  • Reservatório externo de água encheu: não é normal que este reservatório encha e cause vazamentos. No entanto, isto pode acontecer esporadicamente. Neste caso, basta esvaziá-lo e colocá-lo no lugar novamente. Se o problema persistir, vai precisar de ajuda técnica.
    • Bandeja coletora e tubo de drenagem: bandeja coletora suja ou tubo de drenagem entupido pode ser a causa do problema. É recomendado que a bandeja seja limpa uma vez por ano. Jamais use qualquer produto que seja corrosivo para fazer isto.

Uma solução de água e bicarbonato de sódio ou água sanitária, utilizando-se de uma seringa, são suficientes para a limpeza.

Importante – Problemas mais sérios: ventilador do condensador, protetor de sobrecarga, relé ou o próprio motor compressor, entre outros, podem ser a causa do problema.

Nestes casos, não tente resolver sozinho, pois você não tem conhecimento técnico para isto. Chame logo um profissional.

A Assistência Técnica de Geladeira conta com profissionais qualificados e preparados para resolver o problema de sua geladeira com rapidez e eficiência.

E o melhor: por um preço que você pode pagar. Sua satisfação é nossa prioridade.

O post Assistência Técnica de Geladeira SP apareceu primeiro em Conserto de Geladeira.


Geladeira não Liga?

Sua Geladeira não Liga ou está Apresentando Problemas? Saiba o que Fazer

Sabe aquele dia de festa, aquele momento em que todos irão se reunir em sua casa e de repente você percebe que sua geladeira não está ligando mais? O que fazer?

Quando é a hora de chamar uma assistência técnica de geladeira? Será que você consegue verificar o problema sozinho e a tempo?

O que é certo é que todo equipamento eletroeletrônico necessita de manutenção e vira e mexe requer pequenos reparos.

Isto é até considerado normal, uma vez que muitas peças se desgastam com o tempo.

Certas geladeiras e refrigeradores duram anos, muitas vezes sem apresentar qualquer defeito.

Mesmo não apresentando defeitos, suas peças estão naturalmente se desgastando.

O conserto de geladeira não deve ser feito por ninguém que não tenha o devido conhecimento técnico, pois pode agravar ainda mais o problema, fora o risco de choques elétricos ou outras consequências.

Resolva você mesmo: Problemas mais Simples em Geladeiras

Por vezes, algumas geladeiras podem apresentar problemas simples que são comumente resolvidos pelo próprio usuário.

A questão é identificar estes problemas e saber se é possível corrigi-los você mesmo ou se necessitará de um técnico especializado.

Na dúvida, não hesite em chamar uma assistência técnica de geladeira. Lembre-se do velho ditado que diz: “o barato, pode lhe sair mais caro”.

Confira abaixo alguns dos problemas simples mais comuns em geladeiras e saiba como resolvê-los:

·        Lâmpada Interna não Acende

A iluminação interna de uma geladeira pode até ser considerado um problema supérfluo, ou seja, não vai lhe atrapalhar em nada.

No entanto, todos sabemos que esta iluminação, muitas vezes, é fundamental para o uso correto do eletromésticos.

A falha ou até queima das lâmpadas internas de uma geladeira (inclusive do freezer, quando houver) são muito comuns e é um problema de fácil resolução.

No entanto, é preciso ter certeza de que o problema é a lâmpada, pois pode ser no interruptor da própria geladeira, que pode apresentar mau contato.

Se a lâmpada não acender sob quaisquer circunstâncias, talvez seja mesmo necessário substituí-la.

Neste caso, siga as orientações do manual do fabricante de sua geladeira.

Se não for a lâmpada (ela as vezes acende, outras não), você precisará de um técnico para resolver o problema.

·        Geladeira Fazendo Barulho Estranho

Nada melhor do que o próprio usuário de uma geladeira para dizer se ela está fazendo algum barulho anormal ou não.

Porém, antes mesmo de tentar identificar a origem do problema, é preciso entender que tipo barulho a geladeira está fazendo, pois podem ser apenas estalos simples, pequenos ruídos do próprio compressor ou mesmo gás interno da geladeira.

Seja como for, se o barulho for persistente ou mesmo se notar alterações no congelamento da geladeira, pode ser o momento de contatar uma assistência técnica de geladeira especializada.

Jamais tente resolver este tipo de problema sozinho.

·        Vazamento de Água

Não existe coisa pior do que você chegar em sua cozinha limpinha e perceber que há uma enorme poça d’água no chão.

A origem do problema pode ser bem simples, ou não.

Geralmente, algumas geladeiras, possuem um reservatório de água na parte traseira.

Não é normal que ele encha e transborde, mas, eventualmente, isto pode vir a acontecer e, neste caso, basta esvazia-lo.

Se o problema persistir, será necessário realizar o conserto da geladeira.

Outro problema comum e de fácil resolução é o vazamento no dreno da geladeira, que está localizado dentro do eletrodoméstico.

Ele é responsável por escoar a água do degelo e por vezes entope, ocasionando o transbordo de água.

Se isto acontecer, use um arame ou algum objeto fino e flexível para tentar realizar o desentupimento no duto.

Jamais utilize qualquer produto corrosivo, pois poderá danificar seriamente a sua geladeira.

Sempre, na dúvida, chame uma assistência técnica de geladeira e fique tranquilo.

·        A Geladeira não está ligando

Outro problema muito comum e que pode tirar o sono de qualquer um é quando a geladeira simplesmente não liga mais.

No caso de alimentos congelados, inclusive, o risco é ainda maior, pois podem estragar rapidamente.

Em outras situações, ela até liga, mas desliga repentinamente.

Tanto no primeiro caso como no segundo, a origem do problema pode ser simples ou um pouco mais complexo.

Seja como for, o ideal é que você dê uma verificada prévia na fiação da geladeira e também na tomada.

Esta verificação deve ser básica, apenas para certificar-se de que não há ruptura do fio, ou se a tomada não apresenta problemas externos, que sejam de fácil identificação.

Jamais mexa em fios ou tomadas com a corrente elétrica ligada.

Se identificar o problema na tomada, chame imediatamente um eletricista de sua confiança.

Se o problema for no fio da geladeira, nunca realize emendas ou cubra a parte que houve o rompimento.

Neste caso, chame a assistência técnica de geladeira.

Se não for no fio ou na tomada, o problema pode ser mais sério e, neste caso, será mesmo necessária a presença de um técnico profissional.

Quando é a Hora de Chamar a Assistência Técnica de Geladeira?

Como você pôde ver até aqui, uma geladeira pode apresentar inúmeros problemas e estes são identificados, em sua maioria, pelos próprios defeitos e anomalias apresentados.

No entanto, a resolução deste problema nem sempre é tão simples.

Além disso, alguns defeitos mais sérios são muito parecidos com outros de fácil resolução, principalmente se a sua geladeira já possui uma certa idade.

E por incrível que pareça, as geladeiras mais antigas são as de melhor qualidade e dificilmente causam problemas.

Mas, se ocorrerem, o ideal é sempre chamar um técnico especializado, para que este possa avaliar o defeito e identificar a origem do problema.

A Assistência Técnica de Geladeira conta com profissionais altamente qualificados para identificarem e resolverem rapidamente o problema de sua geladeira e por um preço que você pode pagar.

Ao invés de ficar quebrando a cabeça tentando identificar o defeito e, pior ainda, tentando solucioná-lo, o que pode agravar ainda mais o problema, chame logo um profissional e tenha a melhor relação custo benefício.

O post Geladeira não Liga? apareceu primeiro em Conserto de Geladeira.


Caça Vazamento

Caça Vazamentos: o Que é e Quais os Benefícios?

Algumas pessoas tem a ideia errada de que o caça vazamentos só é necessário quando houver um vazamento de grandes proporções e que nas demais situações “qualquer um” pode resolver facilmente o problema. No entanto, pensar assim pode ser um erro.

O profissional do Caça Vazamentos possui uma qualificação específica a mais quando comparado, por exemplo, com um encanador convencional.

Além disso, conta com equipamentos sofisticados que indicam com precisão o local onde se encontra o vazamento em um imóvel.

E o que isto significa? Significa que você não vai precisar quebrar o quintal inteiro para achar onde está vazando água, ou toda a parede da cozinha, o chão do banheiro, entre outros.

A quebra será apenas no local onde está o vazamento, nada mais.

Observar problemas de vazamentos é muito importante, não só por prejuízos financeiros na conta d’água, mas também pelo desperdício de água e pelo comprometimento do imóvel e da saúde de sua família, com umidade e mofo.

Qual a Diferença entre um Encanador e o Caça Vazamentos?

No passado, o profissional mais indicado para resolver todo tipo de problema com tubulações, vazamentos de água, etc., era o encanador. Sua técnica era embasada principalmente em sua experiência, ou seja, quanto mais experiente, melhor e mais procurado era o profissional.

Sem desmerecer estas técnicas destes encanadores comuns, o profissional do Caça Vazamento não usa apenas sua experiência.

Ele usa seu treinamento, usa também equipamentos com tecnologia de ponta e ferramentas adequadas para localizar e corrigir o problema com vazamentos.

Seu método é conhecido como “não destrutivo”, o que representa localizar o vazamento e corrigi-lo com o mínimo de quebras possível no imóvel.

Se em um quintal houverem 3 pontos de vazamento em uma mesma tubulação, por exemplo, o caça vazamentos só irá realizar 3 perfurações precisas, para corrigir o vazamento.

O que é Caça Vazamentos?

Resumidamente falando, o seu papel fundamental é sanar os problemas com vazamentos.

Na década de 80, quase 90, era comum nos casos de vazamento de água, quebrar-se paredes e pisos na tentativa de encontrar tais vazamentos.

O que dava a certeza de estar lidando com um vazamento, naquela época, eram os sinais que o próprio imóvel dava como:

  • Infiltrações
  • Mofo
  • Possíveis rachaduras
  • Outros vazamentos anteriores no mesmo local.
  • Pequenas fissuras.

No entanto, esta metodologia ficou ultrapassada e era imprecisa, frente às novas tecnologias da atualidade. Com treinamento adequado e a devida qualificação, o profissional caça vazamentos vai se basear em suas técnicas e equipamentos para localizar o vazamento.

Sua principal ferramenta é o Geofone, que é um instrumento que serve para escutar ruídos na terra, utilizando-se da prospecção através do eco.

Quais os Benefícios do Caça Vazamentos?

Novamente, se formos resumir, podemos citar como principal benefício a economia financeira que o proprietário do imóvel terá. E como está representada esta economia? Confira:

  • Menos quebras, ao localizar o vazamento com precisão.
  • Mais rapidez e agilidade (melhor relação custo benefício).
  • Problema com vazamento resolvido mais rapidamente, mais economia na conta d’água.
  • Menor risco à estrutura do imóvel, uma vez que as quebras serão mínimas, o que representa grande economia.
  • Melhor qualidade, uma vez que o serviço do Caça Vazamentos será feito por um profissional qualificado e certificado.
  • Preço acessível (ao contrário do que muitos imaginam, os preços praticados pelo Caça Vazamentos são acessíveis em todos serviços disponibilizados).
  • Garantia do serviço prestado, uma vez que o mesmo é de qualidade e precisão.

E Quando é o Momento de Chamar o Caça Vazamentos?

Vazamentos em um imóvel, seja uma casa, apartamento ou empresa, nem sempre são facilmente detectados, pois em sua maioria ficam ocultos nas paredes ou nos pisos.

As infiltrações são um dos casos mais graves, pois a água invade a edificação deixando toda a estrutura úmida e até com mofo.

Esta umidade pode facilmente comprometer toda a estrutura, inclusive pilares de sustentação.

podendo causar a ruptura dos mesmos, o que compromete seriamente a segurança de todos que utilizam o imóvel.

A boa notícia é que a maioria destes vazamentos deixam alguns sinais com o tempo. O importante é ficar atento à tais sinais, que são:

  • QUANDO SUA CONTA DE ÁGUA VIER MUITO ALTA;
  • Uma parede ou piso que sempre está com umidade;
  • Manchas escuras ou mesmo amareladas;
  • Sinais de mofo ou bolor, mesmo em pisos;
  • A pintura da parede ou teto fica fofa, soltando-se facilmente;
  • O próprio reboco começa a cair ou os pisos e seus rejuntes soltam-se com facilidade;
  • Pisos com aparência escura e manchados, quando comparados aos demais;
  • Gotejamentos leves.

Todos estes sinais, juntos ou em separado, podem indicar um vazamento que pode estar na tubulação, juntas ou mesmo representar grandes fissuras. Nestes casos, NÃO quebre paredes ou pisos.

É o momento de chamar um Caça Vazamentos para resolver o problema.

A Casa Nova Vazamentos oferece serviços de caça vazamentos através de profissionais altamente qualificados e treinados para garantir a sua satisfação e por um preço justo.

Outros Tipos de Vazamentos

Nem sempre o vazamento se encontra na tubulação. Torneiras, vasos sanitários, válvulas de descarga, registros, etc., também podem apresentar problemas e ocasionar vazamentos sérios, que igualmente poderão comprometer o imóvel, além de representar um gasto a mais para o proprietário.

Nestes casos, os sinais podem ser outros. Confira:

  • Torneiras: gotejamentos intermitentes e/ou constantes. O problema pode ser na carrapeta, também conhecida como anelo, anilha ou vedante. É o mais popularmente conhecido “courinho”.

O problema pode ser também estrutural da própria torneira e, neste caso, é melhor substituí-la.

  • Registros: podem apresentar o mesmo problema das torneiras, mas no caso dos registros, não há o anelo (courinho). Pode ser necessário trocá-lo.
  • Vasos sanitários: é comum aparecer vazamento mais por conta das válvulas de descarga, que apresentam desgaste natural. Neste caso, basta trocar a válvula, conforme indicação do fabricante.
  • Chuveiros: alguns chuveiros apresentam o mesmo gotejamento das torneiras. Pode ser problema do chuveiro em si ou do registro. No primeiro caso, observe o ângulo do chuveiro com relação à parede, que deve ser de 90º.

No segundo caso, é possível trocar o courinho ou, se o problema for estrutural, o próprio registro.

Seja como for, em casos de vazamentos de água, conte sempre com a ajuda da Casa Nova Vazamentos e fique tranquilo. Sua satisfação é a nossa prioridade.


Montagem de Patch Panel.

Um patch panel separa o cabeamento da sua rede do seu equipamento de rede.

Cada série de cabo que vai ao longo da casa, escritório ou edifício da sua rede é crimpado na parte de trás do painel de ligações.

Esta é a função da área de crimpagem do patch panel.


Ao invés de portas RJ45, este lado é equipado com os terminações para crimpagem dos cabos UTP e codificação de cores para T568A e T568B.

Há também símbolos de verificação independente de testes para UL e 3P. Para fazer esta crimpagem é utilizada a Ferramenta de Impacto, ou a Alicate de Inserção IDC .

Cada terminação da parte traseira do patch panel corresponde a uma porta na parte da frente do painel.

São utilizados Patch Cords para conectar as portas na frente do patch panel (ou painéis) no seu equipamento de rede (como switches, hubs e roteadores).

Algumas pessoas não utilizam um patch panel em sua rede, colocando conectores RJ 45 nas extremidades de seus cabos e colocando-os diretamente em seus equipamentos de rede.

Isto pode ser feito quando um orçamento é especialmente apertado, mas é algo a evitar, se possível, uma vez que pode resultar em uma grande confusão e bagunça.

Quando você tenta mudar alguma coisa no futuro, uma vez que resulta em cabos soltos pendurado para fora da parede ou teto.

Além de seus equipamentos ficarem mais sujeitos as constantes mudanças, tendo a grande probabilidade de serem danificados com mais facilidade que em uma rede corretamente estruturada.

Reflexo da transformação digital que vive o mundo, cada vez mais as empresas estão se apoiando em soluções tecnológicas para desempenhar e otimizar as suas atividades.

Independentemente do porte do negócio, a TI está presente, promovendo a modernização de processos, automatizando sistemas e tornando as atividades das empresas mais estratégicas.

Nesse contexto, a necessidade de infraestruturas de rede, comunicação e sistemas próprios da Tecnologia da Informação é uma realidade dentro da maior parte dos negócios, demandando um aparato tecnológico.

Cabeamentos, hardwares e sistemas, além de um local adequado e uma metodologia de montagem que garanta a disponibilidade contínua e eficiência da rede.

Por isso, montar um rack de infraestrutura dentro da empresa é uma alternativa ideal, sobretudo para locais em que o espaço é mais limitado e não se abre mão da boa organização do ambiente de TI.

Então, quer conhecer mais sobre o rack de infraestrutura?

Preparamos um post completo para mostrar a você o que é essa ferramenta e como montá-la. Continue com a leitura e confira!

O que é um rack de infraestrutura?

De maneira simples e direta, o rack nada mais é do que uma estrutura metálica especialmente desenvolvida para acomodar componentes de rede e informática, como cabos UTPs, patch panel, fibras, D.I.O. (Distribuidor Interno Óptico), entre outros equipamentos indispensáveis ao funcionamento da infraestrutura de rede de uma empresa.

Em geral, os racks possuem tamanhos que variam de 4“us” até 44“us” — a altura de cada “u” tem aproximadamente 4,5cm, podendo ser fixados em paredes ou colocados no piso.

Existem dois tipos de racks de infraestrutura mais usuais, são eles:

Racks abertos.

Consiste de uma estrutura retangular fixada no piso do ambiente. Esse modelo, por sua facilidade de acesso aos componentes, é mais indicado para locais fechados, nos quais há um maior controle no acesso de pessoas e funcionários, já que os dispositivos nele instalados ficam a mostra, podendo ser alterados.

Além disso, por ser aberto, também se recomenda a instalação em um local livre de resíduos, como poeira, pois podem danificar os equipamentos.

Racks fechados.

Esse é um modelo mais robusto, já que é todo fechado, dificultando o acesso irrestrito e a deterioração por ação de agentes externos, como umidade, poeira etc.

Além disso, o rack fechado tem a vantagem de se poder realizar o controle de circulação de ar interna, melhorando a dinâmica da temperatura dos equipamentos nele instalados — fator de extrema relevância para a operação da infraestrutura.

Sobre o Switch.

O switch funciona como um elemento que controla a comunicação entre os dispositivos conectados a rede.

Os switch segmentam a rede, possibilitando que o fluxo de informações entre os dispositivos seja mais eficiente.

Um switch é basicamente um equipamento para extender os pontos de rede, conectando todos os aparelhos em uma só rede, conseguindo também, transmitir vários pacotes de dados ao mesmo tempo (o que aumenta a velocidade da rede se comparado com outros equipamentos).

Além disso, tem a capacidade de aumentar o desempenho da rede Wi-Fi e manter a comunicação sempre disponível. Isto é possível, pois o switch evita a colisão de dados da rede.

O switch também permite a comunicação em redes que tenham máquinas com placas com velocidades diferentes, sem que a velocidade seja prejudicada.

Atualmente, a grande maioria das empresas utilizam switches para conectar seus computadores, impressoras, servidores e alguns outros equipamentos dentro de um prédio empresarial.


Lavagem de Sofá – Seu Sofá Sujou?

LAVAGEM DE SOFÁ

Lavagem de Sofá utiliza métodos modernos, produtos apropriados em conjunto com a experiência do técnico e maquina extratora de sujidades.

Lavagem de Sofá não é especificamente utilizada apenas em sofás novos, até mesmos os antigos podemos lavar.

Limpeza de Sofá SP que irá ao mesmo tempo extrair toda a sujeira e limpar profundamente toda a sujeira.

Assim a sujeira apresentada no sofá sem danificar o tecido e eliminando todos os ácaros, fungos e bactérias existem.

Tem uma rápida secagem, matam e mantêm uma proteção duradoura contra ácaros, micro-organismos e bactérias.

E até manchas antigas q estejam impregnadas no tecido podem sair com a Lavagem de sofá.

Lavando seu sofá SP ficarão com aspecto de novos, com muito menos esforço e com um valor muito mais acessível que um novo sofá.

Ou simplesmente reformar o mesmo se for de seu agrado e for mais em conta.

O que fazer na Lavagem de Sofá SP?

Com um valor muito baixo perto de um novo estofado, você revitaliza aquele que você adora e ainda, deixando-o como novo.

Lavagem de Sofá utiliza técnicas modernas que limpam profundamente seu sofá, usando um mínimo de água.

Em pouco tempo ele estará seco novamente, e deixando-o livre das pragas.

Aqui no nosso Brasil os brasileiros tem mania de tudo q fica mais velhinho se joga fora, mais nem tudo precisa.

O sofá por exemplo por ser um produto geralmente caro, compensa lavar sempre pra mante-lo sempre limpo.

Esse serviço não é caro não, não se preocupe, ele é bem acessível aqui em são paulo onde fica nossa sede.

Serviço feito por profissionais qualificados em treinados na lavagem sem danificar o tecido ou cor.